NOVIDADES

O EMPREGO FORMAL MORREU?

ENTENDA QUAL É A NOVA TENDÊNCIA DE TRABALHO DEPOIS DESSA PANDEMIA

Meu Vizinho e minha vizinha, muitas empresas estão fechando as portas por causa da pouca movimentação de clientes nesta época de isolamento social.

Existem empresas que estão sobrevivendo nessa pandemia. Porém precisaram fazer alguns sacrifícios.

E agora eu te faço uma pergunta: Qual seria o primeiro corte que uma empresa faria para diminuir consideravelmente seus custos? A resposta é única e direta: CORTE DE FUNCIONÁRIOS. Essa semana o Ministério da Economia divulgou que mais de 1 milhão de brasileiros sofreram desligamentos em empresas no período de março até maio deste ano. Muitos estão até o momento buscando novas oportunidades, e outros começaram a investir na febre do momento: O trabalho informal.

A LUZ NO FIM DO TÚNEL

Não tendo alternativas depois do desemprego, muitos trabalhadores tiveram que se virar para colocar comida na mesa. Por isso migraram para o trabalho informal (que de informal não tem NADA).

Hoje com dados atualizados, são mais de 29 milhões de brasileiros trabalhando por conta própria no país.

Aqui em Rolim de Moura/RO, aumentou significativamente a procura por treinamentos na área da beleza como: Designer de Sobrancelhas, Depilação, Cabeleireiro entre outros. Muitos de nossas vizinhos e vizinhas transformaram um talento, antes deixado de lado, em sua própria fonte de renda.

A vizinha Ariane Ferreira se especializou recentemente no treinamento Designer de Sobrancelhas aqui na Conectinove. Com esse novo curso, ela certamente conseguirá ganhar um dinheiro extra para auxiliar em casa. Esse é o verdadeiro espirito de “dar a volta por cima”, não é?

Mas e você, vizinho e vizinha que está lendo essa matéria: Consegue imaginar-se trabalhando por si só? Gosta da ideia de ser o seu próprio patrão? Será que o momento de desemprego é só passageiro?

É hora de sair da zona de conforto. Hora de usar a criatividade para achar soluções e ganhar dinheiro. Você já começou agir vizinho e vizinha?

Howww,

o que você achou deste conteúdo VIZINHO? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *